NPPG realiza Seminário ‘’Ferramentas de Gestão de Projetos’’

NPPG realiza Seminário ‘’Ferramentas de Gestão de Projetos’’

29/04/19 – Fernanda Viviani

 

No sábado (27/04) foi realizado o Seminário ‘’Ferramentas de Gestão de Projetos’’ organizado pelo NPPG com o objetivo dos alunos do curso de pós-graduação em Gestão e Gerenciamento de Projetos (GGP) desenvolverem habilidades na área do curso e ficarem atualizados sobre as melhores práticas e ferramentas do mercado.

Ao todo foram oito palestrantes, dentre eles representantes de empresas como Siemens, Oracle, IBM e Microsoft. A abertura das palestras foi com Rodolpho Ribeiro e Tiago Ferreira da empresa Neki-IT que começaram com uma breve introdução sobre o que são projetos, o que ajudou a contextualizar o seminário para os alunos. Além disso, assim como em outras palestras do dia, foi enfatizada a mudança da cultura digital que o mundo está vivendo atualmente, com novas transformações que tiram muitas modalidades de empresas do mercado, como as locadoras de vídeo e mudam a forma de fazer negócios como a Uber e Airbnb.

Com a data exchange há a mudança da informação analítica para a digital com a importância de as empresas adotarem as ferramentas adequadas para obterem maior eficiência e redução de custos. Todas essas transformações mudam o ciclo de vida dos empreendimentos e a necessidade de reavaliar as suas operações e planejamento estratégico, o que impacta de forma significativa nos seus lucros.

Além disso, foi levantada, durante vários momentos do seminário, a importância de todos os setores das empresas estarem interligados e falarem entre si e encarar esta nova realidade funcional para adotar melhores práticas na gestão de projetos.

Para Rodolpho Ribeiro, ‘’a TI do passado não era colaborativa para o Gerenciamento de Projetos’’. Com isso, é importante perceber os enormes desafios atuais para fazer atuar de forma colaborativa todas as áreas envolvidas em um projeto, inclusive a TI.

Na sequência, Regis Ataides, que representou a Siemens, falou sobre os desafios e oportunidades da corporação digital. Ele abordou o momento humano crucial em que vivemos e as grandes transformações que a tecnologia está acarretando em nossas vidas, trazendo a necessidade de nos reinventarmos, inclusive profissionalmente, para não ficarmos para trás da atual história da humanidade. Ele citou como exemplo as novas formas de se consumir o automóvel e as transformações que serão oriundas de tecnologias como a impressão 3D, realçando as reais necessidades de nos adaptarmos às novas tecnologias e as novas práticas de gerenciamento de projetos dentro deste ambiente ‘’onde tudo deve se comunicar com tudo”.

Com a nova forma de informação e armazenamento de dados que a nuvem traz para o ambiente de gerenciamento de projetos há uma necessidade de uma melhoria contínua para a área de projetos através de dados e informações transmitidos e atualizados em tempo real acarretando em mudanças o tempo todo dentro dos projetos.

Para Regis “o maior desafio hoje é integrar a informação, o jovem tem que abrir a cabeça para trabalhar pensando em um todo, ter uma visão holística’’. Ele acrescenta que a gestão de projetos tem que evoluir para ter a informação em tempo real e utilizá-la para tomar as decisões.

P1300962

Os palestrantes Tiago Ferreira, Rodolpho Ribeiro e Regis Ataides com o coordenador do NPPG, professor Eduardo Qualharini

 

A palestrante Úrsula Lubanco é engenheira civil e foi representando a Oracle através da empresa de tecnologia em informática Action Profile. Ela palestrou sobre o gerenciamento de projetos de capital com a solução Oracle para Engenharia e Construção. Úrsula abordou os atuais desafios do gerenciamento de projetos de como melhorar os processos (custo, tempo, qualidade …), apontando os desafios e soluções para projetos de capital através de melhores práticas no gerenciamento de projetos e as soluções trazidas pelo software Primavera. Ela aponta a necessidade de a construção civil utilizar a tecnologia ao seu favor e ganhar tempo através da informação atualizada, além de adotar a prática de lições aprendidas a todo momento.

Através de ferramentas trazidas por softwares como o Primavera e a possibilidade de trabalhar com a atualização de dados no gerenciamento de projetos através da informação em tempo real é muito importante melhorar a qualidade dos relatórios para gerar melhores resultados tanto no gerenciamento de projetos quanto para as instituições como um todo, aproveitando as mudanças geradas pela tecnologia através de soluções integradas. Deste modo, para Úrsula, ‘’o gancho que os novos engenheiros devem ter é não ficar no passado’’.

P1300970

A palestrante Úrsula Lubanco que falou sobre a Oracle

 

No final do bloco de palestras da parte da manhã, Natale Papa falou sobre a parceria do NPPG com o Instituto de Educação Internacional (IIE) através do Programa de Mestrado Internacional onde os alunos do GGP podem aproveitar os créditos do curso com equivalência a um ano do mestrado profissional em administração da Universidade de Angers na França. O segundo ano é cursado no Brasil com professores internacionais e um mês na França, além disso há mais seis meses para produção e apresentação da tese de mestrado.

Após o almoço, Ramón Terrazas e Dirceu Junior representaram a IBM e seu software IBM Maximo pela empresa IT Consol. A dupla falou sobre o modelo de gestão a partir da norma técnica ISO 55000 e o software IBM Maximo para a gestão de ativos.

Eles abordaram a importância da liderança, comprometimento e planejamento para a operação e gestão de ativos a necessidade da melhoria desta área dentro da gestão de projetos a partir de um modelo padrão de normatividade, confiabilidade e do ciclo de vida de ativos. Deste modo, o mercado atual exige um maior nível de maturidade de gestão de ativos para melhorar inclusive a produtividade das empresas. De acordo com Dirceu, a gestão de ativos começa desde o planejamento de aquisição do ativo até o momento do seu descarte e o projeto de gestão tem que incorporar a gestão de ativos com as fases do projeto.

P1310083

Os palestrantes Ramón Terrazas e Dirceu Junior falaram sobre a IBM

 

O seminário encerrou com a palestra do Leonardo Carvalho sobre a solução Microsoft para a Gestão de Projetos – Project Server. Ele abordou a história evolutiva do software Microsoft Project e os principais diferenciais deste que o tornam líder do mercado. Para Leonardo, o MS Project tem duas grandes vantagens: “a facilidade de uso e preço, além da integração”.

Deste modo, o seminário trouxe aos alunos de GGP e aos convidados externos a oportunidade de verem as novas tendências do mercado em gerenciamento de projetos a partir de empresas líderes no mercado mundial em softwares para o setor como IBM, Oracle, Siemens e Microsoft e perceber, como muitos palestrantes ressaltaram, a importância de acompanhar as mudanças tecnológicas para não ficar para trás no mercado de trabalho, incorporando elas às melhores práticas do gerenciamento de projetos.

P1310114

O palestrante Leonardo Carvalho que abordou sobrea importância do MS Project

Faça o  download das palestras do evento através dos links a seguir.

Introdução

Rodolpho Ribeiro e Tiago Ferreira

Palestra 2

Úrsula Lubanco
Oracle

Encerramento Manhã

Natale Papa
IIE

Palestra 3

Ramón Terrazas e Dirceu Américo
IBM

Palestra 4

Leonardo Carvalho
Microsoft

Obs: A palestra da Siemens com o tema “Corporação Digital: Desafios o Oportunidades”, ministrada por Regis Ataides, não pode ser disponibilizada devido ao compliance da empresa.

Quer ficar por dentro dos próximos eventos do NPPG? Envie um e-mail para [email protected] e receba nossos convites.